6 dicas práticas para ter organização nos estudos!

edital do XXIV Exame da OAB foi publicado no final do mês de setembro e anuncia que as provas já estão chegando. Com a proximidade — a primeira fase já é em Novembro! —, o frio na barriga aumenta e uma pergunta fica à espreita: “será que vou estar preparado(a) para realizar uma boa avaliação?”.

Nesse momento, é normal que a ansiedade bata à porta e que os obstáculos pareçam maiores do que nunca. Mas, para que você tenha sucesso no Exame da Ordem, é preciso colocar a cabeça no lugar e contar com sua maior aliada: a organização.

Isso porque, para se preparar para as provas de maneira adequada, é preciso que você se planeje e execute à risca o seu plano. Dessa forma, sua motivação e resiliência não cedem espaço à angústia e descontrole, que levam a vários erros na hora de estudar.

Entendendo esse quadro pelo qual você provavelmente está passando, fizemos uma lista com 6 dicas preciosas e práticas para ter organização nos estudos. Seguindo o nosso passo a passo, você vai conseguir criar uma rotina e se preparar com tranquilidade e eficiência, fazendo o melhor uso do tempo que tem até as provas. Quer ver?

1. Defina o que precisa estudar e monte um cronograma de estudos espaçados

Em primeiro lugar, você precisa saber exatamente o conteúdo que será cobrado na prova para poder programar seus estudos. Leia o edital da OAB com atenção e, em um caderno ou um arquivo digital, liste todo o conteúdo e destaque aqueles mais recorrentes ou com os quais você tem mais dificuldade.

Em seguida, verifique quanto tempo você terá disponível para estudar até o exame (a véspera é para descansar!) e faça uma divisão das matérias pelo tempo, espaçando seus estudos de forma a não deixar que se acumulem ou que você se sobrecarregue. Dê a si mesmo(a) mais tempo para os conteúdos mais difíceis.

É mais produtivo estudar uma matéria específica durante uma hora por dia, por uma semana, do que tentar absorver tudo de uma só vez estudando 7 horas em sequência. Por isso, comece o quanto antes!

2. Trabalhe com metas e verifique seu progresso

Feito esse cronograma de estudos espaçados, você precisa definir metas e encontrar meios para mensurar seus resultados. Com base no primeiro passo, você terá condições de estipular, por exemplo, que você pretende dominar determinado conteúdo em uma semana, concentrando os estudos sobre ele nesse tempo.

Ao final do prazo estipulado, para verificar se você cumpriu seu objetivo, recorra a testes, simulados e exercícios de fixação. Assim, você consegue avaliar seu progresso com segurança e trabalhar mais naquilo que ainda não foi compreendido.

3. Sistematize sua organização do tempo

Você entendeu, então, que fracionar os conteúdos para estudá-los dá mais resultado, certo? Mas quantas horas por dia você deve estudar para garantir um bom aproveitamento? É preciso pausar algum tempo?

Estima-se que o tempo ideal de estudo gire em torno de 4 horas diárias, mas que devem ser bem distribuídas — dessa forma você pode se dedicar, por exemplo, a frações de 4 matérias diferentes por dia e não “enjoar” de uma só.

Uma das técnicas mais utilizadas para gerenciar o tempo de estudos é o método Pomodoro, que consiste em dividir o trabalho em várias porções de 25 minutos (ou pomodoros). A cada pomodoro, você deve fazer um intervalo curto, de cerca de 5 minutos, para descansar um pouco (caminhar um pouco, se alongar), mas logo retomar a tarefa. Ao final de quatro pomodoros, uma pausa maior, de cerca de 30 minutos, é recomendada.

Para não se perder, vale programar o despertador ou mesmo recorrer a aplicativos específicos para isso, como o Pomodroido. Para garantir melhores resultados, certifique-se de encaixar o período de estudos no momento do dia em que você é mais disposto(a). Algumas pessoas são mais produtivas de manhã, outras à noite. Aproveite seu embalo.

4. Crie um ambiente favorável aos estudos

Essa parece uma dica óbvia, mas é tão negligenciada que precisa de reforço. Por mais que seja tentador estudar deitado(a) na cama, por exemplo, essa posição vai te causar desconforto e dores a longo prazo, além de não despertar seu inconsciente para a tarefa que você precisa desempenhar.

Escolha um local com boa iluminação (à noite, principalmente, não abra mão das luminárias), arejado, em que haja uma mesa na altura correta e com cadeira confortável. Quanto mais incômodo físico você sentir, mais difícil será, psicologicamente, o estudo.

É essencial que o espaço eleito seja silencioso. Ok, sabemos que, dependendo de onde você estuda e em qual período do dia, isso é quase impossível. Mas os obstáculos são contornáveis. Você pode escolher um horário de menor movimento em sua casa, ou mesmo usar protetores auriculares (você encontra facilmente em farmácias) para conseguir se concentrar.

Se nada disso resolver, recorra às bibliotecas públicas ou das universidades. Trocar de ambiente é, inclusive, uma boa forma de deixar a rotina de estudos menos enfadonha!

5. Identifique e afaste tudo que distrai você

Quem nunca passou pela situação de sentar para estudar e, de repente, perceber que qualquer coisa banal ficou mais interessante que a matéria, que atire a primeira pedra. A concentração, tão essencial para os estudos, não vem como um truque de mágica: é preciso cooperar.

Por isso, identifique tudo que potencialmente te distrai e afaste para evitar a tentação. Celular? Experimente deixar na gaveta ou em outro cômodo. Não resiste a dar uma espiada no Facebook? Feche todas as abas desnecessárias do navegador ou use recursos para bloquear as distrações virtuais temporariamente, como o StayFocusd.

6. Diversifique os materiais de estudo

Ler uma infinidade de páginas de texto corrido pode minar sua força de vontade em pouco tempo. Recorrer a diferentes materiais de estudo, especialmente aos que têm linguagem mais dinâmica e acessível, é a melhor forma de garantir que você vai continuar focado(a).

Experimente buscar canais com videoaulas e dicas no YouTube e páginas no Facebook que tratem das matérias que você precisa apreender de maneira mais leve, mas não menos comprometida. Esse tipo de conteúdo pode ser mais didático justamente por se apresentar como uma forma de entretenimento, e não como algo que te lembra a todo momento o quanto pode ser maçante estudar.

Não descuide, também, dos momentos de lazer. Você precisa investir em bem-estar para garantir condições intelectuais, mas também emocionais, para fazer um excelente exame!

Viu que elaborar uma rotina de preparação não tem que ser um pesadelo? A organização nos estudos precisa ser sua prioridade, para que você não sofra sem necessidade em um momento que já costuma ser de pressão e expectativas.

Gostou das nossas dicas para ter organização nos estudos? Quer ficar por dentro de outras dicas infalíveis para ir bem no Exame da OAB em primeira mão? Assine a nossa newsletter!

10 dicas para se dar bem nas questões objetivas da OAB

A primeira fase do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) exige que os candidatos estejam muito bem preparados para obter um excelente desempenho. Isso porque o conteúdo abrange 17 matérias relacionadas com diversos segmentos do direito. Sem dúvida, é um grande desafio acertar a maioria das 80 questões objetivas da OAB.

O desafio é tamanho que menos de 15% dos candidatos ao exame da Ordem conseguem a sonhada carteirinha vermelha.

É praticamente impossível ter o domínio absoluto de todas as disciplinas que fazem parte do exame. Por isso, o candidato deve ter uma preparação voltada para resolver a prova de múltipla escolha de maneira simples e prática, buscando diminuir os erros cometidos por falta de atenção.

Claro, você deve investir todo o seu tempo até o exame da OAB para ampliar os seus conhecimentos em direito, sobretudo naquelas matérias que são mais recorrentes na prova. Mas existem algumas técnicas para acertar uma questão objetiva da OAB, mesmo sem ter conhecimento pleno do conteúdo abordado.

Pensando nisso, vamos apresentar neste post 10 dicas para você conseguir uma ótima performance na primeira fase da OAB, ainda que não domine todo o conteúdo. Confira!

1. Faça uma leitura atenta dos enunciados das questões objetivas da OAB

Antes de responder a uma questão, procure fazer uma leitura completa do conteúdo. Assim, você tem mais condições de compreender o que está sendo exigido, e dificilmente vai cair nas famosas pegadinhas.

O examinador não vai elaborar um teste somente com questões fáceis. Por esse motivo, para ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil, a leitura dos enunciados e a capacidade de interpretá-los ajudam a encontrar a resposta certa.

A leitura do enunciado esclarece pontos como o embasamento do examinador para elaborar a questão. Como você sabe, em direito são comuns as controvérsias entre a lei, a jurisprudência — decisões reiteradas dos tribunais em um mesmo sentido — e a doutrina, os estudos acadêmicos sobre direito.

A depender da fonte utilizada pela FGV, uma mesma questão da OAB pode ter respostas diferentes. Isso pode até ensejar um recurso, mas, se a questão estiver correta de acordo com qualquer uma dessas fontes, dificilmente a FGV a anulará.

Em todo caso, o melhor é ler atentamente o enunciado para responder à prova da OAB conforme o gabarito.

2. Elimine as alternativas absurdas

Em geral, as provas da OAB são compostas por questões com quatro alternativas de resposta, e a sua leitura atenta facilita bastante identificar as proposições com conteúdo absurdo.

Se o candidato identificar itens incorretos com facilidade, ele tem mais chances de acertar as questões, o que aumenta a confiança e as possibilidades de obter a aprovação.

Pense bem, cada questão objetiva da OAB possui quatro alternativas. Se você chutar cegamente sem ao menos ler o enunciado, terá 25% de chances de acerto. Caso você leia a prova e encontre duas alternativas explicitamente inconstitucionais em desacordo com princípios básicos do direito, a sua chance de acerto sobe para 50%.

Não se engane, você encontrará algumas alternativas absurdas com informações como “no Brasil é admitida a tortura, desde que…” ou “não é admitido tribunal de exceção, exceto…”.

3. Circule o que é pedido pelo comando da questão

Por causa da ansiedade, é comum um candidato marcar o primeiro item considerado certo/verdadeiro numa questão. Em alguns casos, essa ação pode levar a um erro primário porque, dependendo do estilo do exame, pode ser pedido para escolher a alternativa errada/falsa.

Para evitar problemas, circule o que o examinador deseja como resposta. Dessa maneira, você sabe o que deve ser marcado na questão, prestando mais atenção na hora de resolvê-la.

Essa marcação vai ajudar a ganhar mais agilidade no momento de revisar as questões antes da transcrição para o gabarito, pois basta ler a palavra circulada e a alternativa assinalada.

4. Tome cuidado com as generalizações

No direito, as generalizações são muito perigosas. Normalmente, as expressões “sempre”, “todos”, “nunca” e “jamais” fazem parte de uma alternativa incorreta.

Mesmo assim, é preciso tomar cuidado com o enunciado, porque o examinador gosta de surpreender os candidatos. Não se esqueça de que errar uma questão fácil pode dificultar o caminho para a aprovação.

Uma pegadinha recorrente no mundo dos concursos é a proibição da pena de morte. Questões como “não é permitida em nenhum caso a pena de morte no Brasil” reduzem a pontuação de diversos candidatos, todos os anos. Afinal, apesar de ser uma exceção, a Constituição Federal admite a condenação à morte nos casos de guerra declarada.

5. Preste atenção à alternativa com o maior texto

Para evitar ao máximo os problemas com recursos nas questões, a banca examinadora escolhe como resposta certa aquela que apresenta um conteúdo mais extenso e completo. A medida é considerada necessária para não haver erros em relação ao gabarito.

Qualquer detalhe esquecido pode ser usado pelos candidatos para pedir a anulação de uma questão, o que é ruim para a banca examinadora. Porém, o ideal é sempre ler os itens com bastante atenção e analisar cada alternativa com muito cuidado.

Afinal, questões muito extensas costumam conter várias sentenças contidas na mesma alternativa. Se apenas uma dessas sentenças estiver incorreta, toda a alternativa estará incorreta.

6. Comece pelas questões mais fáceis

De acordo com vários professores e advogados, não é bom para o candidato perder muito tempo da prova tentando resolver as questões difíceis. Para terminar o teste com mais facilidade e em tempo menor, a recomendação é ter o foco direcionado para as assertivas mais simples.

Essa iniciativa ajuda a administrar o tempo e aumenta a confiança, principalmente quando o inscrito domina a maioria das questões. Com a mente mais descansada, é bem menor a chance de cometer um erro por falta de atenção.

Nessa mesma linha, é até melhor que você inicie a prova da OAB pelas matérias nas quais tem mais facilidade. Após acertar 90% das prova de ética, matéria na qual você sempre foi o melhor da turma, estará mais confiante para a complexidade da parte de processo civil.

7. Responda às questões complexas com tranquilidade

Se você encontrar uma questão difícil e quiser resolvê-la sem analisar o restante da prova, jamais faça esse tipo de procedimento! Além de perder tempo, poderá ficar mais nervoso e desconcentrado, o que pode afetar o seu desempenho.

​As questões mais complicadas podem ser feitas no final do exame, e o candidato precisa administrar muito bem o tempo para responder a todos os itens do teste. Normalmente, os inscritos têm 3 minutos e 30 segundos para resolver cada enunciado.

Também é preciso ter muito cuidado com o cartão de resposta. O ideal é reservar 10 a 15 minutos para preenchê-lo. Com certeza, é muito frustrante para um candidato errar uma questão porque assinalou por engano outra resposta no cartão.

8. Evite deixar questões sem resposta

Com exceção das provas em que um erro anula uma resposta certa, o que não ocorre na objetiva da OAB,  o candidato deve arriscar uma alternativa quando tiver dúvida em relação ao gabarito. Nos exames com quatro alternativas, a chance de acertar é de 25%.

Dependendo da situação, a possibilidade de acerto pode ser até de 50%. Por exemplo, em uma questão com quatro opções de resposta, duas delas podem ser descartadas facilmente pelo candidato devido ao conhecimento do conteúdo.

Em algumas questões, é possível que duas alternativas tenham conteúdos totalmente opostos. Nesse caso, o melhor é escolher um desses itens se estiver com dúvida em relação à resposta. Contudo, nunca deixa uma questão sem resposta!

Nessa hora, lembre-se bem do segundo título deste artigo, pois eliminar as alternativas absurdas é a melhor maneira de garantir maior probabilidade de acerto.

9. Mantenha a calma e faça pequenas pausas durante a prova da OAB

Como diz um antigo ditado popular, a pressa é inimiga da perfeição. Portanto, procure manter a tranquilidade durante o exame e não ficar nervoso ao resolver questões com alto grau de dificuldade.

Ao se sentir fatigado, peça para ir ao banheiro ou beber água. Esse pequeno intervalo ajuda a recuperar as energias e a descansar a mente. Assim, você não vai perder a concentração nem ter o risco de enfrentar os temidos “apagões” na hora do exame.

Ainda nesse ponto, toda a rotina pré-prova é fundamental para garantir a calma e a concentração durante o exame da OAB. Faça exercícios físicos, mantenha uma alimentação balanceada, cuide do seu sistema imunológico para não ficar doente próximo da prova e durma bem.

No dia do exame, procure chegar cedo ao local. O medo de perder o horário da prova da OAB não vai deixá-lo no melhor clima para solucionar as questões.

Por fim, mas muito importante para manter a calma durante o exame: você precisa simular as condições da OAB quantas vezes puder antes da prova. Faça simulados e controle o tempo. Após passar várias horas sentado resolvendo questões com esforço mental intenso, o seu corpo estará mais adaptado para as condições da prova da OAB.

10. Mantenha-se atualizado com a legislação e a jurisprudência

prova da OAB exige que os candidatos estejam atualizados. Logo, para não errar questões por falta de conhecimento da legislação em vigor, o indicado é estudar as súmulas vinculantes do Supremo Tribunal Federal (STF) e as súmulas do Superior Tribunal de Justiça (STJ), além do entendimento dos demais tribunais superiores.

A questão abaixo evidencia a importância do entendimento jurisprudencial para o exame da Ordem.

Solange é comissária de bordo em uma grande empresa de transporte aéreo e ajuizou reclamação trabalhista postulando adicional de periculosidade, alegando que permanecia em área de risco durante o abastecimento das aeronaves porque ele era feito com a tripulação a bordo. Iracema, vizinha de Solange, trabalha em uma unidade fabril recebendo adicional de insalubridade, mas, após cinco anos, sua atividade foi retirada da lista de atividades insalubres por ato da autoridade competente. Sobre as duas situações, segundo a norma de regência e o entendimento consolidado do TST, assinale a afirmativa correta.

A) Solange não tem direito ao adicional de periculosidade e Iracema perderá o direito ao adicional de insalubridade.

B) Solange tem direito ao adicional de periculosidade e Iracema manterá o adicional de insalubridade por ter direito adquirido.

C) Solange não tem direito ao adicional de periculosidade e Iracema manterá o direito ao adicional de insalubridade.

D) Solange tem direito ao adicional de periculosidade e Iracema perderá o direito ao adicional de insalubridade.

Ambas as personagens têm a concessão e a perda do benefício com base em súmulas do Tribunal Superior do Trabalho. Para Solange, vale o entendimento da Súmula 447, que determina: “Os tripulantes e demais empregados em serviços auxiliares de transporte aéreo que, no momento do abastecimento da aeronave, permanecem a bordo não têm direito ao adicional de periculosidade.”

Já a Iracema se aplica a Súmula 248: “A reclassificação ou a descaracterização da insalubridade, por ato da autoridade competente, repercute na satisfação do respectivo adicional, sem ofensa a direito adquirido ou ao princípio da irredutibilidade salarial.”

É recomendado, também, ficar atento às novidades das matérias exigidas no exame. Com certeza, uma boa preparação contribui bastante para acertar as questões objetivas do exame da Ordem.

Antes de encerrar o nosso artigo, vamos a uma breve checklist para ter certeza de que você entendeu o que é preciso para gabaritar a maioria das questões objetivas da OAB:

  • faça a leitura atenta dos enunciados de todas as questões objetivas;
  • elimine todas as alternativas absurdas;
  • circule o que é pedido no comando da questão;
  • tome cuidado com as generalizações — palavras como todoqualquer e nunca são perigosas;
  • fique atento às alternativas com maior texto, normalmente é a correta;
  • comece a prova da OAB pelas questões mais fáceis;
  • invista o seu tempo nas questões complexas ao fim da prova;
  • evite questões sem resposta;
  • mantenha a calma durante o exame da OAB e faça pausas;
  • esteja atento às mudanças na lei e jurisprudências.

Agora, que você já entendeu o que é preciso para mandar bem nas questões da Fundação Getúlio Vargas, é hora de validar o que aprendeu. Grave bem as dicas e aplique os seus novos conhecimentos às questões objetivas da OAB em nosso simulado on-line e gratuito. Depois, deixe lá nos comentários se este artigo ajudou.

A importância em participar da Maratona OAB Saraiva Aprova

Vários motivos para você participar da nossa incrível Maratona!

Entrou para os calendários de concursos e Exame da OAB, além das datas oficiais de publicação do edital e das provas, um dia para participar de um evento de revisão. É claro que você pode participar de quantos eventos desejar, mas ao menos um dia será destinado para as revisões que os cursos preparatórios ou outras instituições oferecem. Para que servem? Independentemente do nome adotado, todos os eventos têm em comum a ideia de revisão de conteúdo. É como afinar o foco nos últimos instantes antes da prova.

Também é um modo de gerar concentração para aqueles que estão dispersos às vésperas da prova. Quando você se envolve em tais eventos, recebe uma carga de energia suficiente para direcionar e intensificar seus estudos, bem como para levar dicas que até então ignorava ou não lembrava mais. Assim, terá mais força e irá trazer melhores resultados caso o evento seja, ao menos, uma semana antes.

Professor Marcelo Hugo

Mestre e Especialista em Direito pela PUCRS.
Coach pelo IBC  – Instituto Brasileiro de Coaching.
Mentor pela FGV – Fundação Getúlio Vargas.
Coordenador das coleções Passe na OAB e Passe em Concursos pela Editora Saraiva.

Com uma semana de antecedência da 1ª fase do XXIV Exame da OAB, portanto, oportunizando um tempo suficiente de não só calibrar seus estudos, como também ajustá-los, a Maratona ainda oferece 10 horas de conteúdo com todas as disciplinas e seus professores que compõem sua estrelar seleção. Assim, a grade confirmada para o dia 11 de Novembro de 2017 é esta:

 

cronograma-maratona-oab

Se o objetivo é superar a edição anterior, então se prepare, porque muitas surpresas,  brindes e prêmios serão distribuídos durante a transmissão AO VIVO do evento que é 100% online 100% grátis! É necessária a inscrição, então acesse este LINK. Acrescenta-se ainda que todo o material que os professores expuserem através de slides no evento estarão disponíveis para baixar gratuitamente. Ademais, você poderá assistir durante a semana quantas vezes quiser caso necessite reforçar determinados conteúdos.

A Maratona Saraiva Aprova também é uma forma de apaziguar a ansiedade, visto que muitos não aguentam mais a espera da prova e precisam da aprovação para continuar com os seus objetivos próximos de serem realizados. Este “empecilho”, que se chama Exame de Ordem, afeta todo o ciclo do acadêmico de Direito, especialmente, de maneira psicológica. A forte carga que a Maratona Saraiva envolve, certamente, motivará a chegar no dia do exame com o equilíbrio necessário para enfrentá-lo com todas as suas habilidades adquiridas até então.

Invista o seu tempo com a Maratona OAB Saraiva Aprova que, certamente, suas expectativas serão atendidas! E ótima corrida para você!

banner-maratona-oab-saraiva-aprova

9 dicas para aproveitar ao máximo a Maratona Saraiva Aprova

Se você está lendo esse artigo, provavelmente já está inscrito na Maratona Saraiva Aprova ou tem interesse em nosso evento de revisão online e gratuita, não é mesmo?

Por isso, fizemos um conteúdo com 9 dicas sobre como aproveitar nosso evento e extrair o máximo possível das informações passadas pelo nosso time de professores, além de sanar suas dúvidas na reta final de preparação para a OAB.

Vamos lá?

1) Organize seu tempo no dia do evento

Resolvemos começar com essa dica por considerar que ela, de fato, é uma das mais importantes.

Antes de tudo, anote tudo o que você precisa fazer e suas principais dúvidas. Use um despertador para te alertar sobre o início da Maratona e/ou sobre o início da aula que você precisa assistir. Não marque compromissos no mesmo horário das aulas e tenha como único foco, durante o período transmissão, a Maratona.

Assista a programação com o cronograma da Maratona em mãos! Isso vai permitir que você separe os materiais pertinentes para cada bloco, faça anotações, grife o Vade Mecum e outros materiais…

Essa organização te ajudará a poupar o tempo que você gastaria para correr atrás de cada material na medida em que as aulas de cada disciplina começam.

Obviamente, o ideal é que você assista todo o conteúdo, já que a tendência atual da banca examinadora é usar e abusar da interdisciplinaridade.

Sendo assim, seja o mais objetivo e organizado possível! O dia é cansativo, mas a recompensa com certeza é muito mais importante. Todo seu esforço será recompensado 😉

Cronograma:

2) Verifique a conexão com a internet

Vale ressaltar que o evento é totalmente online, ou seja, antes da maratona começar, verifique se está tudo certo com sua conexão para garantir que você consiga assistir às aulas.

Nossa recomendação é que você assista à maratona de notebooks ou computadores para conseguir uma melhor experiência. A transmissão é toda feita em HD, porém se sua internet não estiver muito boa no dia, você consegue assistir a Maratona em uma qualidade de imagem menor.

Fique tranquilo! Todos os nossos servidores já estão preparados. Tenha certeza que faremos de tudo para que a transmissão não pare nem por um segundo.

3) Tome um café da manhã reforçado e se alimente bem durante o dia

O café da manhã é a primeira refeição do dia, por isso, é ele o responsável por nos oferecer energia para todas as tarefas, além de trazer sensação de saciedade ao longo de todo o dia. Como a Maratona se inicia às 08:00 horas da manhã, estar bem alimentado é o primeiro passo para um processo de aprendizado de sucesso ao longo do dia.

Dica (dentro da dica, rsrs): Alguns suprimentos como leite integral, geleia de amora, aveia, mel, suco de laranja com cenoura, morango e linhaça podem aumentar a capacidade de memorização, concentração e raciocínio.

4) Relaxe ouvindo uma boa música

Preparamos quatro playlists no Spotify com várias músicas para te ajudar a se preparar para a Maratona!

De acordo com alguns estudos, a música é capaz de aumentar o desempenho cognitivo das pessoas quando realizam tarefas como exames acadêmicos e grandes maratonas de estudo. Pesquisas também afirmam que músicas animadas ajudam a apresentar bom desempenho sob pressão. 

Siga nossas playlists aqui: Sertanejo, Pop, Relax, Rock clássico.

5) Aproveite as pausas

A cada troca de professores você ganha 5 minutos para dar aquela respirada!

Esse é o período em que os professores estarão trocando de lugar uns com os outros, por isso recomendamos que você use esse tempo para ir ao banheiro, pegar alguma bebida para se hidratar ou comer uma fruta, por exemplo.

Pensamos em toda a programação para conseguir entregar a você um conteúdo de qualidade sem que isso seja algo cansativo. Além desse intervalo entre as aulas, teremos um intervalo maior a partir das 13:05, para que você consiga almoçar tranquilo, sem perder nada do conteúdo!

Iremos exibir todos os bastidores desses intervalos em nossas redes sociais. Aproveite esse tempo para nos acompanhar por lá e deixar registrado suas dúvidas.

 

6) Fique de olho nos sorteios e nas SURPRESAS que preparamos

Assim como foi a último Maratona, teremos vários sorteios e prêmios distribuídos durante todo o dia. Fique sempre atento ao evento e as condições de ingresso nos sorteios.

7) Se prepare com algumas leituras importantes

Separamos alguns de nossos conteúdos que com certeza serão importantes, não só para o Maratona, mas também para o Exame da Ordem. Confira:

Entenda  que é o estatuto da OAB e qual a sua importância

Conheça os assuntos mais cobrados na OAB até hoje

8) Utilize o Whatsapp do Saraiva Aprova

Além do site, do blog e das redes sociais, criamos um Whatsapp para transmitir os principais conteúdos relacionados à Maratona. Por lá, você receberá em seu celular as novidades sobre a Maratona e dicas exclusivas sobre o exame da OAB.

Se você ainda não se inscreveu na nossa lista de transmissão, envie agora uma mensagem para (11) 96473-9463!

Pronto!

Agora que você já tem todas essas dicas “em mãos”, não perca tempo, coloque-as em prática e aproveite tudo da Maratona Saraiva Aprova. Nos vemos lá!

9) Utilize o Whatsapp do Saraiva Aprova

É normal termos mais facilidade de compreender determinado assunto e outros nem tanto, por isso, recomendamos que você preste atenção em cada detalhe, anote todas as suas dúvidas e nos envie durante a transmissão.

Alguns professores farão lives após as aulas respondendo as principais dúvidas que foram enviadas no decorrer da revisão. Essas lives serão transmitidas em nossas redes sociais então fique atento aos nossos perfis sociais.

Inclusive, assistindo as lives, você poderá identificar tópicos apontados por outros alunos que também te geram dúvidas!

A troca de conhecimento, nessas horas, é algo que pode te ajudar bastante no caminho para a aprovação, afinal, pode ser que uma dúvida sua, ou de um colega, seja justamente a questão que fará diferença para passar na 1ª Fase do Exame da OAB.

Além disso, se atente para os pontos que você achou que dominava mas que, durante a Maratona OAB, percebeu que a matéria não estava tão clara ou fresca na sua memória.

Essas incongruências, além  poderem ser encaminhadas para nossos professores, poderão ser revisadas na semana após a Maratona, durante a sua revisão final. Essa revisão, inclusive, merece uma atenção especial não é mesmo?

E a Maratona do Saraiva Aprova poderá te ajudar a estudar com mais objetividade na sua semana final de estudos!

Quer saber como? Veja só!

Dica bônus: Adeque seu cronograma de estudos na semana seguinte

A elaboração de um cronograma de estudos para o Exame da OAB é algo fundamental para sua aprovação, e já demos algumas diretrizes sobre isso.

No decorrer de sua preparação, você poderá aperfeiçoar seu cronograma, na medida em que percebe quais as matérias que geram mais dúvidas e são mais importantes, dedicando mais tempo a elas.

Um método muito importante para fazer essa adequação é a resolução de questões e simulados!

Outro método – e não poderia ser diferente – é assistir a Maratona do Saraiva Aprova!

Como já dito, nessa ocasião, você poderá perceber diversos pontos da matéria que te geram dúvidas!

Sendo assim, na semana subsequente, busque estudar tudo aquilo que te deixou com a pulga atrás da orelha após a Maratona, para que você evite erros bobos e consiga gabaritar a disciplina.

Da mesma forma, preste bastante atenção nas dicas dos nossos professores!

Nosso time certamente irá abordar os temas mais quentes da atualidade. Julgados dos Tribunais Superiores, inovações legislativas e outros temas polêmicos, além, é claro, da interdisciplinaridade entre as matérias, que é, como já dito, a nova tendência da FGV!

Sendo assim, aproveite essa oportunidade para planejar o seu sprint final, saneando suas dúvidas e reforçando os pontos enfatizados pelo nosso dream team de professores.

Não se esqueça também de dar também uma atenção especial para Ética, ECA e CDC na reta final e seguir os conselhos do Professor Marcelo Hugo.

Pronto!

Agora que você já tem todas essas dicas “em mãos”, não perca tempo, coloque-as em prática e aproveite tudo da Maratona Saraiva Aprova. Nos vemos lá!