Qual peça vai cair na 2ª fase da OAB?

Qual peça vai cair na 2ª fase da OAB?

As duas perguntas mais comuns durante a preparação para 2ª fase da OAB são:

  1. Como fazer a marcação no Vade Mecum?
  2. Qual a peça que vai cair?

A primeira, é mais fácil de responder, porque as regras estão no edital e a FGV fez o favor de ilustrar o que pode (e o que não pode) ser feito no Vade Mecum. Portanto, passamos a responder a segunda pergunta.

Independentemente da disciplina optativa escolhida, a peça que irá cair será qualquer uma que está prevista no conteúdo programático!

“Mas como assim, professor? Esta resposta é muito evasiva!”

Devolvo com outras duas perguntas.

Qual a vantagem de um palpite de última hora?

Se lhe indicar “peça Y” você vai estudar mais ela?

Em caso positivo, todas as outras peças sofrerão com o seu desprezo e que poderá comprometer a sua prova caso a “peça X” seja cobrada. Por isso, a melhor resposta ainda é saber logo no início da preparação para 2ª fase, quais as peças que são mais cobradas.

Veja que é importante passar os estudos pelo maior número de peças, lembrando que as disciplinas têm as suas próprias peças dentre aquelas que são “genéricas”, como alguns recursos e o mandado de segurança, por exemplo. Destacar o estudo e ter mais atenção a um grupo seletivo de peças é mais importante do que olhar nos dias que antecede a prova a determinada peça.

Em razão disso, preparamos um eBook com uma avaliação de todas as provas da 2ª fase em todas as disciplinas, para destacar o que realmente mais cai. No entanto, o objetivo é ilustrar o que deve ter mais atenção e não ignorar todas as outras que nunca caíram ou foram cobradas uma única vez.

Outra sugestão é observar as peças que foram cobradas nas últimas cinco provas para ver se há um padrão ou uma tendência. Você pode acessar este eBook, gratuitamente, e tirar suas próprias conclusões.

Sabemos que muitos professores gostam de fazer previsões para agradar seus alunos, mas criar este “ambiente de expectativas” é mais prejudicial do que benéfico, especialmente às vésperas da prova.

O melhor que o aluno deve fazer é resolver muitas questões dissertativas na última semana (e durante a preparação), bem como praticar peças. A compreensão do passo a passo das peças é um modo de evitar as “decorebas”, principalmente, em disciplinas que exigem o conhecimento de muitas ações e recursos.

Por tudo isso, preferimos acreditar que a preparação sistemática, séria, programática e de olho no edital é mais importante do que ficar especulando situações, que podem ser não só desgastantes como frustrantes.

Mantenha o rumo dos seus estudos, saiba quais as peças que mais foram cobradas na sua disciplina e excelente prova!


Este artigo foi escrito pelo professor Marcelo Hugo, referência nacional em preparação para a OAB.

Daniela Greco

Ver comentários

Posts Recentes

Está estudando para OAB? Veja 11 ideias diferentes para mudar a rotina!

Um dos maiores desafios de quem está estudando para a OAB é a famosa decoreba. Afinal, é quase impossível memorizar…

2 dias atrás

Repescagem OAB: tudo que você precisa saber sobre essa regra!

❗ Vai fazer a repescagem? A Fundação Getúlio Vargas (FGV), acabou de publicar o Edital de Reaproveitamento da 1ª fase do…

3 dias atrás

Maratona OAB: 8 dicas para aproveitar as revisões do Saraiva Aprova

Se você está lendo esse artigo, provavelmente já está inscrito na Maratona OAB Saraiva Aprova ou tem interesse em nosso…

4 dias atrás

Honorários advocatícios: o que você precisa saber para passar na OAB!

Hoje vamos tratar de um dos assuntos que caem com maior frequência nas provas da OAB: os honorários advocatícios. O…

1 semana atrás

Cronograma de estudos OAB: veja como montar um e conquistar sua aprovação!

Contar com um cronograma de estudos é quase uma obrigação para o estudante ou o bacharel em Direito que vai…

1 semana atrás

Lei do terrorismo: o que é e como ela pode ser cobrada na OAB

A Lei nº 13.260, que disciplina o terrorismo no ordenamento jurídico brasileiro, foi publicada em 16 de março de 2016.…

1 semana atrás