Como a técnica Pomodoro de concentração pode te ajudar a estudar para a OAB

Tecnica-pomodoro

Na internet a essa hora? Você não tinha que estar estudando para o Exame da Ordem? Não consegue se concentrar? Ih! Muita gente passa por isso…

Em tempos de Facebook, WhatsApp, YouTube, Instagram, Pinterest e outras redes sociais, estamos cada vez mais dispersos e ansiosos, e isso é um entrave para a concentração em qualquer tarefa. Que dirá para os estudos!

A dificuldade em focar em uma atividade muitas vezes não se limita à curiosidade em relação às mensagens que chegam, mas a qualquer barulhinho. Assim, interrompe-se a tarefa e logo vem aquele pensamento: por que não dar uma olhadinha nas redes sociais por uns 5 minutinhos?

Acontece que esse pequeno intervalo pode se transformam em em 1 hora ou mais. Muito tempo demais! É aí que entra a técnica Pomodoro de concentração — uma ótima aliada para quem precisa se manter concentrado.

Continue acompanhando para aprender como é possível treinar a dedicação focada sem desviar-se para os estímulos que nos rodeiam.

Concentração

Sem concentração não há sucesso no resultado. Trata-se de manter a atenção voltada exclusivamente para a tarefa que está sendo desempenhada, seja trabalho, estudo ou outra tarefa qualquer.

A falta de foco nos leva a agir “no automático” e isso tira nossa percepção integral da tarefa. Assim, não assimilamos as informações de forma completa.

Quando não nos concentramos, nossa memória perde dados importantes sobre o que estamos fazendo. E se o caso é o estudo, imagine o prejuízo! Daí a importância de procurar técnicas de auxílio para evitar a dispersão.

A técnica Pomodoro

Lá pelos idos da década de 1980, o italiano Francesco Cirillo estava com sérias dificuldades em se concentrar nos estudos para a faculdade. Certo dia, encontrou um cronômetro na cozinha e pensou em medir seu tempo de concentração. Primeiro, comprometeu-se a manter o foco por 10 minutos apenas, sem dar atenção às distrações.

Depois de alguns dias, viu que poderia tentar manter a atenção nos livros por 15 minutos, com um pequeno intervalo de descanso. E assim foi aumentando e adaptando a técnica, que foi aprimorada com o passar dos anos e tornou-se uma importante aliada contra a procrastinação.

Ah! O cronômetro de cozinha utilizado pelo Francesco tinha a forma de um tomate. Por isso, a técnica recebeu o nome de Pomodoro, que significa tomate em italiano.

Como aplicar

Trata-se de um método bastante simples: manter o foco em uma atividade por 25 minutos, sendo esse o período médio ideal para todas as pessoas. Cada um desses períodos é chamado de 1 pomodoro. Assim, concentre-se por 1 pomodoro e, logo em seguida, dê uma pausa de 5 minutos. Esse intervalo é fundamental para descansar, relaxar a mente e não deve ser usado para que o cérebro se ocupe da mesma atividade realizada nos 25 minutos anteriores.

Qualquer coisa que não use a capacidade cognitiva do cérebro vale para retirar sua atenção da tarefa nesses 5 minutos. É importante que você mude de lugar, saia de sua mesa de trabalho: alongue-se, faça pequenos exercícios, ouça uma música, tome um café, visite as redes sociais ou faça exercícios de respiração, por exemplo.

Encerrada a pausa, concentre-se por mais 1 pomodoro, sem interrupção. Após 4 pomodoros, o descanso deve ser maior, entre 15 e 30 minutos.

Vá anotando os pomodoros para não se perder. Há também aplicativos gratuitos para celular que ajudam nesse controle. Se, porventura, algo importante fizer você interromper o pomodoro, ele deve ser reiniciado do zero, cancelado, e não retomado do ponto em que parou. A técnica é bastante rígida.

Mas, se o motivo de distração não for algo inadiável, anote-o numa folha de papel para realizar depois. Isso vale para ler e-mails, ir ao banheiro, beber água, entre outros.

Resultados

O uso rotineiro da técnica Pomodoro, além de aumentar seu rendimento nos estudos e sua produtividade no trabalho, permite também avaliar quanto tempo gastamos numa determinada tarefa, auxiliando em nossa programação de atividades.

Outro resultado interessante é o condicionamento. O treino de concentração nos impõe uma disciplina que vai sendo incorporada à nossa rotina e favorece o desempenho de qualquer ocupação, criando uma pressão positiva para cumprimento da meta.

Aliás, essa pressão positiva também acontece pela divisão do tempo em períodos de 25 minutos. O desânimo que poderia nos atingir quando temos uma tarefa enorme a realizar é raramente observado quando esta tarefa é diluída em pequenos períodos de tempo.

Além de evitar distrações e estimular o foco, o método aumenta a agilidade mental. Isso se deve ao intervalos que relaxam a mente daquela atenção dedicada. E há também o efeito psicológico da confiança, pela satisfação com a produtividade alcançada em cada pomodoro.

Aplicando o método no Exame da Ordem

O uso da técnica vai deixar você mais ativo, propiciando uma maior performance na preparação para as provas e, consequentemente, maior segurança ao realizá-las.

Faça a lista diária das matérias que precisa estudar e anote quantos pomodoros você gastou para cada tópico. Como isso, conseguirá planejar os estudos, estimando prazos e programando-se para cumprir todo o conteúdo.

Caso tenha dedicado um pomodoro a uma matéria muito difícil e esteja sentindo-se esgotado, aumente a pausa. Nessas situações, 5 minutos pode ser pouco para você se recompor e voltar com a disposição necessária para mais um período de aprendizado.

Por outro lado, se o pomodoro estiver para ser terminado num ponto em que os estudos exigem um pouco mais de concentração, vá além dos 25 minutos e siga adaptando o modelo ao seu perfil, à tarefa e à sua capacidade de manter o foco.

Então, agora, chega de corpo mole. Com a técnica Pomodoro você aumenta consideravelmente seu rendimento nos estudos e isso será fator determinante para você obter o sucesso esperado na prova da OAB. E há a vantagem de poder aplicar o método para toda e qualquer atividade, favorecendo sua produtividade em qualquer ocupação.

Gostou de conhecer a origem da técnica Pomodoro e de aprender a técnica? Para ficar por dentro de outras dicas interessantes para se preparar para o Exame da Ordem, assine nossa newsletter e receba tudo em primeira mão!

1 comentário em “Como a técnica Pomodoro de concentração pode te ajudar a estudar para a OAB”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *