Estudar para OAB: com quanto tempo de antecedência começar?

Estudar para oab: mulher sentada em uma mesa escrevendo em um caderno com um computador na frente

Estudar para OAB não é, nem de perto, como estudar para uma prova na faculdade. Você não pode achar que com apenas algumas semanas de antecedência é possível se preparar para tirar uma boa nota e conseguir a aprovação.

O tempo de estudo para qualquer exame varia de acordo com sua dificuldade e o perfil do estudante. Como a prova da OAB é muito mais complexa do que as provas da faculdade, ela exige que você se prepare com mais antecedência. Até mesmo porque a quantidade de disciplinas é muito maior.

Apesar de não existir uma regra exata que defina o momento em que você deve começar a estudar, é possível analisar alguns elementos determinantes para medir o seu preparo. Para saber mais, continue a leitura do post de hoje!

Periodicidade do exame

Atualmente, o Exame da Ordem acontece três vezes por ano. A FGV (Fundação Getúlio Vargas), responsável por sua elaboração e aplicação, libera um calendário com as datas prováveis das provas no início de cada ano.

Essas datas devem ser a base para iniciar seu planejamento de estudos. O ideal é que você comece a se preparar com a antecedência de 3 a 6 meses, levando em conta suas dificuldades e disponibilidade diária.

Por exemplo, se você está na faculdade, faz estágio e outros cursos, significa que não pode dedicar muito tempo aos estudos. Portanto, é preciso começar a se preparar o quanto antes.

Já nos casos em que o candidato tem muito tempo livre, ele pode começar a estudar para OAB com uma antecedência menor, pois vai conseguir se dedicar muito mais a cada dia.

O que estudar X Como estudar

Existem dois elementos distintos — mas que se complementam — que vão ajudar a definir o tempo de antecedência para começar a se preparar para a OAB.

O primeiro deles é o que você deve estudar. Esse é muito simples, tendo em vista que o próprio edital já indica o rol de disciplinas da prova, que deverá ser usado como um roteiro para seus estudos.

Tenha em mente que todas as matérias são importantes. Por mais que algumas delas costumem ser menos cobradas, elas podem garantir a diferença de pontos entre a aprovação e a reprovação. Portanto, por mais que uma disciplina pareça dispensável, não a negligencie em seus estudos.

Em segundo lugar, é preciso saber como estudar. Não basta simplesmente abrir um Vade Mecum aleatório e começar a ler as leis cobradas na prova. O preparo para o Exame da Ordem deve variar entre diversos métodos, que vão desde a leitura até a prática de exercícios para fixar as matérias.

A qualidade do material que você utiliza também vai influenciar no tempo de preparação. Afinal, se você usa um livro de resumos que não oferece bagagem suficiente para tudo que é cobrado na OAB, você vai ter que dedicar muito mais tempo para correr atrás do prejuízo daquilo que deixou de ser estudado.

Progressão do aprendizado

Como já mencionamos antes, cada candidato conta com suas particularidades. Enquanto alguns conseguem aprender de forma muito mais rápida, outros demoram um pouco mais. Você pode ter muita facilidade com Direito Civil, e achar o Direito Penal mais difícil. O aprendizado é diferente para cada um, e isso deve ser levado em consideração ao se planejar.

São 17 disciplinas cobradas na OAB, e você não pode simplesmente dividi-las de forma matemática. Para traçar uma estratégia eficaz, você deve avaliar seus pontos fortes e fracos e separar o que estudar baseando-se nisso.

Voltando ao exemplo anterior: se você tem dificuldades com Direito Penal, é preciso reforçar essa matéria, que provavelmente vai exigir um tempo maior de estudo.

Mas, afinal, como descobrir seus pontos fracos e fortes para traçar essa estratégia? É aqui que entra a importância de analisar a progressão do seu aprendizado.

Por meio de exercícios e simulados, você conseguirá acompanhar seu desempenho e, assim, vai descobrir quais são os empecilhos ao seu aprendizado e as disciplinas que merecem mais atenção. Dessa forma, será possível criar uma rotina capaz de otimizar seu aprendizado, reforçando seus pontos fracos e aproveitando os fortes.

A criação de um cronograma é essencial para medir seu progresso. Ao traçar metas e objetivos em relação ao que e como estudar, incluindo os momentos de fazer exercícios e medir seu aprendizado, você terá uma noção básica do tempo de antecedência necessário para se preparar para a OAB.

Apoio profissional

Poder contar com o apoio de um bom curso preparatório é um diferencial para quem quer passar na OAB. É claro que o estudante pode estudar por conta própria, porém fica muito mais fácil medir seu aprendizado e tomar consciência das suas dificuldades e fraquezas com a ajuda de um apoio especializado.

Assistir às aulas focadas especificamente na OAB permite que os candidatos absorvam o melhor conteúdo sobre o assunto, além de conhecer as “maldades” da prova e os padrões repetidos todos os anos pela FGV.

Se você não sabe quando, muito menos como começar a estudar, os professores poderão ajudar a traçar um bom cronograma de estudos que se adapte ao seu perfil, além de oferecer suporte para tirar suas dúvidas e medir sua progressão.

Saraiva Aprova, por exemplo, conta com um sistema de ensino personalizado, que leva em consideração as dificuldades de cada candidato, indicando o melhor caminho a ser seguido nos estudos.

Você ainda pode contar com simulados e maratonas que vão ajudar a medir seu progresso, definindo o tempo ideal para se preparar. O curso também disponibiliza ferramentas para que você elabore seu próprio cronograma e consiga cumprir as metas necessárias para deixar os estudos em dia. O candidato que investe em um bom curso preparatório vai otimizar seu aprendizado e garantir o sucesso.

Definir o tempo de antecedência para começar a estudar para OAB não é uma ciência exata. Como já dissemos aqui, isso varia de acordo com o perfil de cada candidato, baseando-se nas suas dificuldades, planejamento e tempo livre. Contar com um apoio especializado, porém, é um diferencial para se preparar e alcançar a aprovação!

Se você ainda se sente perdido e não sabe como começar a estudar para OAB, baixe o nosso kit de preparação para a OAB e aprenda a se planejar e montar um roteiro eficiente de estudos agora mesmo!

1 comentário em “Estudar para OAB: com quanto tempo de antecedência começar?”

  1. Olá Boa noite,
    Gostaria poder fazer o curso na Saraiva aprova, porém neste momento não estou em condições de adquirir o curso.
    Sem mais, obrigada.
    obs: tenho interesse de continuar recebendo seus comentério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *