Entenda como funciona a repescagem para a OAB

capa-blog-repescagem

A prova da OAB é um marco na carreira de todo advogado. É com a aprovação no Exame que os bacharéis em Direito são autorizados a exercer a profissão. Composta de 2 fases, a prova permite que o candidato reprovado na segunda fase faça novamente essa etapa, sem passar pela primeira. É a chamada “repescagem” para a OAB.

Se você não conhecia essa possibilidade ou quer saber mais detalhes sobre o assunto, leia este post até o fim e confira!

O que é a repescagem para a OAB?

A repescagem para a OAB, também chamada de reaproveitamento da prova, começou a ser permitida a partir de 2013. A primeira vez que a repescagem ocorreu foi no XIII Exame da Ordem, aplicado em fevereiro de 2014. Antes disso, quem havia sido reprovado na segunda etapa deveria passar novamente pela primeira etapa no próximo Exame.

Com a adoção da repescagem no Exame da Ordem, o candidato que foi aprovado na prova objetiva, mas reprovado na discursiva, terá a oportunidade de fazer novamente a última fase, sem passar pela primeira. Assim, o bacharel poderá pular a etapa na qual ele foi aprovado e fazer somente a prova da segunda etapa.

Cabe ressaltar que o reaproveitamento da prova da OAB só pode ser usado uma vez pelo candidato. Então, se ele for novamente reprovado na segunda etapa, terá de fazer as provas das duas etapas da próxima vez.

Além disso, é interessante mencionar também que, para usufruir desse benefício, o candidato deverá ter feito a prova discursiva. Por isso, quem foi aprovado na prova objetiva, mas não compareceu à prova da 2ª fase, não poderá pedir reaproveitamento.

Para realizar a inscrição com repescagem, o candidato deverá acessar o site da prova da OAB e fazer todo o procedimento normalmente, como se estivesse se inscrevendo pela primeira vez.

O pedido de reaproveitamento da primeira etapa é feito nesse momento, por meio de um formulário específico. Lembrando que, para esse caso, a inscrição só pode ser feita online, em um período determinado previamente no edital.

Se o pedido de repescagem for homologado pela OAB, o candidato poderá fazer a prova da 2ª etapa no Conselho Seccional da OAB do estado em que se formou ou no estado sede de seu domicílio eleitoral.

Quais são as perspectivas de aprovação?

O candidato que utiliza a repescagem para a OAB tem mais vantagens em relação aos outros candidatos. Como a segunda fase é concentrada em uma área específica do Direito, os seus estudos são muito mais focados. É que, ao contrário da primeira fase, em que são cobradas questões de todo o curso, a segunda é dedicada unicamente à área escolhida pelo candidato.

Ademais, o estudante que se preparou para o Exame de Ordem desde a primeira tentativa está muito mais preparado do que aquele que vai começar a estudar agora. Ele já conhece toda a estrutura da prova da segunda etapa e sabe qual tipo de questão é mais cobrado.

Além de saber como funciona a avaliação, reconhece também os seus pontos fortes e os fracos. A dica, aqui, é analisar a correção da banca do Exame e verificar como ela é feita e quais foram os seus erros. Diante das questões que errou, conseguirá traçar um plano de estudos que foque nas suas principais dificuldades.

O candidato, então, dedicará seu tempo para melhorar os temas da matéria que ele ainda não conseguiu assimilar muito bem.

Para se preparar, outra dica é refazer a prova na qual foi reprovado antes de iniciar novamente os estudos. A prática é válida porque, muitas vezes, os candidatos erram detalhes por pura falta de atenção ou nervosismo. Se, em casa, a nota foi melhor, pode ser que o psicológico deva ser trabalhado pelo candidato.

Mas, se o problema está na peça processual que é cobrada na segunda etapa, praticar é o melhor caminho. O candidato pode estabelecer uma meta de elaborar, pelo menos, duas peças por dia, antes da prova.

Para tanto, ele poderá refazer as peças solicitadas nos Exames anteriores e procurar casos concretos, na internet ou em revistas especializadas em Direito, para simular as propostas que são cobradas na prova.

O importante é ter foco no resultado e não desistir em nenhum momento. Se o candidato foi para a repescagem, ele está praticamente com a carteirinha da OAB na mão. Por esse motivo, é essencial que ele não desista e dedique todos os seus esforços à aprovação.

É verdade que eu posso mudar de disciplina?

Sim, é verdade! Na segunda etapa, o candidato que optar pelo reaproveitamento para a OAB poderá escolher uma nova área do Direito. Para quem não sabe, são seis opções de disciplinas oferecidas aos candidatos: Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Penal, Direito Empresarial, Direito do Trabalho e Direito Tributário.

Nesse sentido, aquele que, inicialmente, optou pela segunda etapa em Direito Civil, por exemplo, poderá alterar a área jurídica para Direito Penal, sem qualquer restrição.

Vale lembrar que essa alteração deve ser feita no momento da solicitação da repescagem para o Exame da Ordem. Se passar esse prazo, a área jurídica continua sendo a da primeira tentativa do candidato.

Além de poder tentar de novo, essa é mais uma possibilidade de aprovação na prova prático-profissional. Isso acontece porque o bacharel pode ter percebido, na primeira tentativa, que não tem tanto conhecimento na área que escolheu ou que tem mais afinidade com alguma outra área.

Como fica o pagamento?

O benefício proporcionado pela repescagem na OAB não é só a economia de tempo e de estudos. A economia também é sentida no bolso, já que, nessa modalidade, o candidato não precisará pagar o valor integral da taxa de inscrição. Para aproveitar a nota da primeira etapa, ele deverá arcar apenas com 50% do valor pago para se inscrever.

É como se a taxa de inscrição do Exame da Ordem fosse dividida entre as suas duas fases. Metade para pagar a prova objetiva e a outra metade para a prova discursiva. Logo, o bacharel que passou na primeira fase não precisará pagar novamente por ela. Ele pagará só o valor correspondente à segunda fase, na qual ainda precisa obter a aprovação.

Viu como o reaproveitamento é uma oportunidade incrível para garantir de vez a sua aprovação na prova da OAB? Com um estudo focado na área jurídica escolhida e nos aspectos que precisam ser melhorados pelo candidato, o sucesso é certo!

E você, vai usar a repescagem para a OAB? Já tentou aproveitar a nota da 1ª fase? Compartilhe as suas experiências nos comentários do post, tire todas as suas dúvidas e ajude outros candidatos a obter suas aprovações!

Avatar

Autor:

33 comentários em “Entenda como funciona a repescagem para a OAB”

  1. Duvida, caso ja tenha passado na 1 fase, feito último exame a 2 fase e não ter conseguido exito, se eu fizer a próxima inscrição total(integral), essa valera também como inscrição de repescagem referente a ultimo exame que não consegui passar na 2 fase? Ou terei que esperar tempo específico de abertura para inscrição para repescagem?

    1. Tb tenho está dúvida, inclusive se eu poderia pagar a repescagem e o próximo exame integral concomitantemente? e se nesse caso eu passar na 1 fase do novo exame, mas não na 2 fase/repescagem eu já teria garantida uma nova repescagem, já que paguei integralmente.

      1. Acreditamos que é sim possível, embora dificilmente haverá possibilidade de receber reembolsos posteriormente. Entretanto, recomendamos a leitura do Edital do Exame da OAB.

  2. gostaria de saber: se na primeira prova da 2a fase eu tirei nota 4, na repescagem eu preciso fazer 2 pontos ou preciso fazer os 6 pontos para aprovação. ou seja os pontos sao cumulativos?

  3. Boa tarde. Gostaria de saber, se tenho que fazer a repescagem seguido a reprovação à 2² fase, ou posso deixar passar um exame e fazer a repescagem mais para a frente? Obrigada.

    1. Olá, Liege! Na repescagem você só pode realizar a 2ª fase do Exame imediatamente subsequente ao que você prestou e não foi aprovada. Se você deixar passar um Exame, perde o benefício e tem que começar de novo pela 1ª fase.

  4. Gostaria de saber se quem forealmente eliminado na segunda fase, por ter “identificado ” a prova , também tem direito a repescagem. No edital da repescagem para o XXV exame tá escrito que os eliminados, reprovados ou ausentes podem realizar, mas no texto acima diz que somente quem for reprovado. . Fiquei a dúvida.

  5. Passei no XXVI exame, mas tenho viagem marcada para fora do país dia 13.09 , a segunda fase será dia 16.09,
    posso deixar para fazer a segunda fase no XXVII exame?

  6. Olá, boa noite.
    Gostaria de saber se o examinando que está na repescagem do exame XXV e fez a inscrição para o reaproveitamento do referido exame. No entanto, fe a primeira fase do exame XXVI e foi aprovado. Como teóricamente ele teria garantida a realização da prova de segunda fase do exame XXVI. Como ficaria essa situação?. Já que ele tem direito a repescagem por ter feito o exame anterior e, também por ser aprovado no exame posterior.
    se é que me fiz claro, essas são as minhas dúvidas.

    1. Olá, Maxwel!
      Tudo bem?
      Se você está inscrito na repescagem do XXV, acredito que está tudo certo para você realizar a 2ª fase.
      Para maiores informações, você pode consultar o Edital do Exame ou o Edital Complementar (Reaproveitamento 1ª Fase), que você encontra no site da FGV 🙂

      Um abraço

  7. Ola, acabei de prestar a 2ª fase da OAB, mas não estou confiante que vou ser aprovado, pois fiquei muito nervoso por mais que eu tenha estudado muito. Gostaria de saber se eu prestar agora a primeira fase da OAB eu terei mais 2 chance para a 2ª fase ou como eu tenho ainda mais uma chance eu não posso fazer isso?

    1. Olá, Maikon!
      Você tem uma chance na repescagem. Fazendo a primeira fase novamente você recomeça o processo.
      Vamos esperar pelos resultados! 🙂
      Torço por você, abraços.

  8. Olá a inscrição para a prova de repescagem podem ser feita em outro estado que não seja o estado da prova anterior? ( Ex: reprovado 2 fase em SC, pode fazer a repescagem no DF.)

  9. alguém sabe /”em média” quantos meses depois da segunda faze acontece a repescagem, por exemplo, a segunda fase irá ser no dia 18/08/2019, a repescagem provavelmente será no dia ?

  10. Também estou com a mesma duvida do Bruno,no calendário não mostra a data da repescagem. Você sabe quantos dias demora em média para acontecer a repescagem ?

  11. Se eu apenas assinar a prova pratica esperar o tempo e entregar em branco serei desclassificada minha prova de primeira fase será reaproveitada para a segunda fase ?
    Pois não consegui ver todo o conteúdo de direito do trabalho e me identifico mais com constitucional.

    1. Olá, Catia. Boa tarde!

      A primeira fase você não consegue aproveitar. E se você reprovar na segunda, pode fazer repescagem, mas só vale para a mesma matéria escolhida.

      Vale a pena você tentar mesmo caso não consiga ver todo o conteúdo!

      Um abraço!

    1. Olá, Julia. Boa tarde!

      Você já deu uma conferida no Edital da OAB publicado? Nele também contém todas as informações.

      Conforme o edital:

      1.1.6. Poderão utilizar o reaproveitamento os examinandos aprovados na 1ª fase do XXVIII Exame que tenham sido reprovados, ausentes ou eliminados na 2ª fase do XXVIII Exame de Ordem Unificado

      Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *