É possível conciliar estudos para concurso público e OAB?

concurso publico e oab

Será que é possível estudar para Concurso Público e OAB ao mesmo tempo?

Estudar para o exame da OAB, por si só, já representa um grande desafio para muitos. A taxa média de aprovação nacional foi de 22% em 2016, o que já denuncia que essa é uma dificuldade compartilhada por muitos bacharéis em Direito.

Mas e quem pretende prestar concurso público depois de se formar? Será que é possível conciliar os estudos para o concurso público e OAB?

Sim, é possível! Confira como:

Você pode aproveitar o estudo das matérias para o concurso público e OAB

Essa talvez seja uma das razões mais óbvias pelas quais vale muito a pena conciliar os estudos para a prova da OAB e para um concurso público. Muitas das disciplinas cobradas em ambas as provas costumam se confundir, já que são provas voltadas para recém-formados em Direito.

Ou seja, aquelas matérias mais básicas, que cobram conhecimentos básicos em Direito Constitucional, Administrativo, Civil e do Trabalho, entre outras disciplinas, são as mais comuns nesses concursos.

O ideal é que você confira o edital tanto da prova da OAB, que atualmente é elaborada e aplicada pela Fundação Getúlio Vargas, quanto do concurso que você pretende prestar.

Ao perceber semelhança em ambas as provas, você pode otimizar seus estudos para ambas as provas, direcionando exercícios e realizando provas passadas de ambos os certames. Não deixa de ser uma maneira de aproveitar melhor o tempo e também garantir mais resultados em seus estudos: a carteira da ordem e a aprovação em seu primeiro concurso público.

Conciliando estudos, você otimiza tempo entre a OAB e sua carreira pública

A maioria dos concursos almejados por estudantes de Direito exige um tempo mínimo de experiência no exercício da advocacia, em geral três anos. Esse é o caso de muitos concursos da magistratura, procuradorias, defensorias públicas e promotorias de justiça.

Isso é uma forma de garantir a seleção de servidores públicos mais preparados e com experiência de fato no exercício da atividade jurídica.

Isso quer dizer que, entre a formatura e a aprovação nesses concursos públicos, há um período de exercício com a carteira da OAB.

Como otimizar esse tempo para garantir o caminho mais curto até seus objetivos profissionais?

Estudar tanto para a prova da OAB quanto para o concurso público em que você quer passar é uma forma de encurtar esse período de experiência.

Afinal, você terá que comprovar o exercício da profissão durante esse tempo mínimo exigido para as carreiras públicas. Por que não garantir rapidamente a obtenção da carteira da OAB como um primeiro passo de sua trajetória profissional? Traçar esses objetivos e planejamentos profissionais é imprescindível para atingir o sucesso na carreira.

Dois benefícios em um só: otimizando custos no investimento em cursos

Sim, é preciso considerar os custos com a realização de cursos preparatórios. Seja para ser aprovado na prova da OAB, seja para passar no concurso público em que você sempre sonhou, é importante contar com o apoio de profissionais especializados nessas provas e no preparo de candidatos.

Hoje em dia, são várias as opções: cursos online, presenciais, exercícios online, apostilas digitais, cursos de atualização, entre vários outros. Por que não fazer um uso estratégico do seu dinheiro e aproveitar os estudos tanto para a OAB quanto para o concurso?

Muitos cursos possibilitam que isso aconteça, especialmente aqueles que focam na primeira fase do concurso da OAB, em que são cobrados conteúdos de quase todas as disciplinas jurídicas, no mesmo formato em que muitos concursos públicos.

É importante valorizar cursos que ofereçam também materiais digitalizados para estudo individual, personalização dos conteúdos e maior individualização do atendimento aos alunos.

Assim, você faz um investimento estratégico dos valores destinados a atingir seus objetivos profissionais. O curso que lhe garante a aprovação na prova da OAB também será aquele que auxiliará a ser aprovado no concurso público. Então, você terá maiores condições para alavancar sua carreira e buscar concursos ainda mais ambiciosos no futuro.

Exercícios são a chave para a fixação de conteúdo

Independentemente do tipo de concurso que você escolher para prestar, seja ele a prova da OAB, ou um concurso público, é imprescindível praticar seus conhecimentos por meio de muitos exercícios.

A realização de baterias de simulados, provas anteriores e outros exercícios direcionados ajuda muito o aluno a fixar o conteúdo aprendido durante as aulas, razão pela qual é essencial em seu preparo.

Então por que não aproveitar esse tempo para se preparar para ambas as provas?

Realizar as provas antigas da OAB pode ser uma ótima maneira de avaliar seus pontos fortes e fracos, realizando, então, um diagnóstico completo sobre o atual estado de seu desenvolvimento acadêmico.

Além disso, esses exercícios ajudam muito a fixar os pontos mais recorrentes cobrados em prova, como questões sobre legislação e jurisprudência. Vale a pena também investir algum tempo na realização de simulados, com questões não apenas da OAB, mas da banca que aplicará a prova de seu concurso público.

Essa é uma forma de se preparar para novos formatos de prova e inovações na cobrança do conteúdo, o que pode ocorrer tanto na OAB quanto na prova do concurso.

FGV e as provas de concursos

Por falar em bancas de concurso, você já deve saber que há alguns anos o exame da OAB é unificado em todo o Brasil e aplicado pela Fundação Getúlio Vargas. Anteriormente, cada estado elaborava e aplicava sua própria prova da ordem, o que dificultava a preparação e gerava diferenças na dificuldade do exame em diferentes áreas do território nacional.

Hoje em dia, o fato de ser a FGV a administradora do exame facilitou também a vida de quem pretende passar em um concurso público.

Isso, porque essa banca também elabora e aplica alguns dos concursos públicos mais importantes do país — confira aqui alguns dos concursos que essa banca tem aplicado no país atualmente.

Assim, ao estudar para o formato da prova da FGV, seu estilo de questões, principais conteúdos cobrados e outros aspectos materiais, você também se prepara para eventuais concursos que venha a prestar para essa mesma banca.

Quanto mais especializado for o concurso público que você escolher, mais importante é se aprofundar nos conhecimentos sobre a banca, seus posicionamentos e linhas de pensamento mais frequentes.


Leia também: Concurso Público Vs. Prova da OAB


E você? Já começou seus estudos para o concurso público e OAB? Quais são suas estratégias de estudo? Aproveite para compartilhar este post com seus amigos nas redes sociais! Participe!

Avatar

Autor:

1 comentário em “É possível conciliar estudos para concurso público e OAB?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *