Cronograma de estudos OAB: como montar?

Cronograma-estudos

 

Cronograma de estudos para a OAB é sempre um assunto quente. Isso porque é fazendo (e seguindo!) um bom cronograma, adequado às suas necessidades, que você conseguirá organizar seus estudos e garantir a tão sonhada aprovação!

Por isso, esse é o tema do nosso Saraiva Cast! O nosso mais querido podcast! Aperte o play e confira 🙂

Confira a transcrição do áudio abaixo!

——————

P: Olá ouvintes, sejam bem-vindos ao podcast do Saraiva Aprova. Hoje nós vamos falar sobre um tema importantíssimo para você que quer ser aprovado no exame da Ordem, e nós vamos falar sobre como criar um cronograma de estudos. E para ser bem assertivo, trouxemos aqui o professor Marcelo Hugo.

Marcelo Hugo: Olá a todos. Muito obrigado por essa oportunidade, mais uma vez nós conversando com vocês, compartilhando conhecimento, enfim, dicas importantes para o exame de Ordem, mostrando para vocês que o exame de Ordem não é um bicho de 7 cabeças.

P: Professor, acho que no outro episódio, – acho não, tenho certeza -, falamos muito sobre organização de tempo e muitos alunos dizem que não sabe como criar um cronograma eficaz, e esse cronograma que possibilite ele estudar todo o conteúdo e que também o leve até à aprovação da prova. Como que é possível criar esse cronograma eficaz?

Marcelo Hugo: Primeiro lugar, eficaz não significa todo o conteúdo. Eu vejo muitas pessoas “como é que eu vou estudar todo conteúdo?”. Não tem todo conteúdo, nós não temos nem conteúdo programático no edital. O que que nós vamos realmente estudar? Nós vamos estudar o que realmente cai em prova. Não adianta eu começar no artigo 1º do Código Civil e terminar lá no dois mil e alguma coisa, porque certamente 89%, 95% dos artigos de Código Civil não cai. O que que é importante? É qualidade nos estudos, preparação de qualidade e não quantidade. O exame de Ordem não mede quem estudou mais e sim quem estudou de forma certa, correta. Um cronograma, ele precisa o quê? A sua preocupação é: atender o que realmente cai. E para fazermos isso, precisamos antes examinar as provas da OAB, nós precisamos ter uma ideia do que realmente cai. E, neste caso, eu até faço a sugestão dos livros de questões comentadas para exame de Ordem. Os livros de questões comentadas, eles dividem as disciplinas por temas e subtemas facilitando a análise do que realmente cai. Se verificarmos determinado assunto, vamos imaginar, controle de constitucionalidade e controle de constitucionalidade caiu nas últimas 10 provas “opa, controle de constitucionalidade tem que estar no meu esquema de estudos.” Agora, por exemplo, se cai determinado assunto, caiu, vamos lá, no décimo segundo e nunca mais caiu, esse assunto certamente não vai cair de novo. Claro, pode cair, mas será que eu preciso perder o meu tempo sendo que tempo hoje é um produto de alto valor? Será que eu preciso realmente estudar aquilo com tanta atenção como controle de constitucionalidade? Eu não estou dizendo assim “vamos descartar tudo que caiu apenas uma vez”, mas o que eu quero deixar claro, que precisa ter mais atenção àquilo que realmente cai.

P: E aí ainda em relação a essa nossa primeira questão. Falamos sobre o estudar todo o conteúdo, e aí acho que isso é uma preocupação que existe para se preparar em toda prova. É realmente necessário estudar todo o conteúdo e tendo uma rotina produtiva de estudos? E eu até falo isso citando aí de novo o seu livro O poder da aprovação, você se preocupa muito nele em explicar como que funciona as disciplinas que são abordadas no exame da OAB.

Marcelo Hugo: Sim.

P: E eu acredito que isso tem total relação entre o conteúdo e o tempo que ele precisa se dedicar.

Marcelo Hugo: Exatamente. No livro O poder da aprovaçãocoaching Mentoring para OAB e concursos eu faço uma trilha em cada disciplina e eu mostro quais são os assuntos que mais caem em cada disciplina, ok? Mas eu deixo bem claro em cada uma delas que não é ignorar as outras, outras matérias, mas sim dar mais atenção às matérias mais solicitadas, e estudando pelas últimas provas conseguimos captar uma tendência das bancas. E esse cronograma, eu preciso prestar atenção de montar um cronograma. Já conversamos em podcast, colocando duas disciplinas por dia, quatro horas seria um tempo bom, enfim, precisamos realmente buscar solucionar esses temas que mais caem, dando preferência justamente àqueles temas que eu tenho dificuldades. Cada um tem as suas dificuldades. O que eu não posso empurrar é um cronograma padrão pré-determinando tempo para cada disciplina ou tema, porque cada um de nós traz suas individualidades.

P: Então cada um conhecendo aí suas limitações.

Marcelo Hugo: Exatamente.

P: Fazendo esse diagnóstico do que, de fato, precisa estudar. E aí ele entra num momento de criar o seu cronograma. Você indica alguma estratégia ou alguma ferramenta para que ele possa criá-lo sem qualquer dificuldade?

Marcelo Hugo: No blog do Saraiva Aprova, saraivaprova.com.br/blog tem um ícone que diz “materiais gratuitos”. Lá nos materiais vamos encontrar um kit de aprovação, vamos dizer assim, e que lá traz o cronograma e você pode baixar de forma gratuita e tem todas as dicas de como montar um cronograma, tudo bonitinho, explicado, tenho certeza que vai ajudar muita gente a sair só da teoria.

P: Que bom. Para quem está se preparando para o exame da OAB acesse os conteúdos do blog do Saraiva Aprova para começar os seus estudos ou para dar continuidade nos seus estudos de uma forma bem planejada.

Marcelo Hugo: Com certeza.

P: E nós estamos já chegando ao fim do nosso bate-papo e eu acho que essa pergunta vai aliviar o coração de muita gente.

Marcelo Hugo: Eu sou casado, viu? ((risos)))

P: Mas ainda vamos continuar falando aí sobre a prova da OAB. Que orientação você dá para o aluno para que ele consiga gerir o tempo dele, consiga fazer essa gestão do tempo e se tem algum segredinho para que ele não fure o próprio cronograma.

Marcelo Hugo: O cronograma, ele tem que ser possível, eu não posso exigir de mim mesmo estudar 8 horas por dia sendo que eu não tenho essas 8 horas por dia, ou eu vou trocar as minhas horas que são essenciais para dormir, no mínimo 6 a 8 horas, ou eu vou dormir ou eu vou estudar. Não adianta gerar um cronograma impossível de cumprir porque em um primeiro momento que romper com o cronograma, surge a procrastinação e a procrastinação eu nunca mais volto a fazer nada. Mas a minha sugestão, como eu falei antes, é trabalhar, é saber a sua agenda, conhecer aonde está os buracos, os furos, onde você pode incluir o seu horário de estudo que pode ser de manhã, de tarde ou de noite, enfim. Agora, para quem gosta de ler e diz que ler dá sono, você já parou para pensar se você não está lendo na cama deitado antes de dormir? Tem que ser de forma correta essa divisão de tempo.

P: Novamente também conhecer a própria limitação.

Marcelo Hugo: Exatamente.

P: Para finalizar agora de verdade, fugindo um pouquinho aí do nosso roteiro. Conta para nós como que foi o seu cronograma para fazer a prova da Ordem?

Marcelo Hugo: Eu fiz a prova da Ordem em 1997, eu fui um dos primeiros alunos a ser obrigado a fazer a prova já com o novo estatuto, depois da transição do novo estatuto. E eu estudava, eu estava no nono semestre da faculdade e justamente o que eu estou dizendo para vocês é uma informação de mais de 20 anos. Eu examinei o tempo que eu tinha de livre entre estágio e faculdade e aquele tempo livre eu aplicava os meus estudos. Às vezes no estágio, – eu fazia estágio num órgão público -, e tinha momento de ócio, e aquele ócio eu transformei em ócio criativo, produtivo, e naquele momento eu carregava os meus livros e estudava nesse lugar ou fazia resumo, enfim. Eu aproveitei realmente, olhei cada dia da semana aonde eu tinha espaço para estudar e foi ali que eu conseguir então estudar naqueles momentos e consegui aprovação no último semestre, no décimo semestre, no último ano mesmo.

P: Que bom. Então gente, funciona de fato o cronograma hein? ((risos))

Marcelo Hugo: Funciona, com certeza.

P: É muito importante para que vocês se planejem.

Marcelo Hugo: É verdade.

P: Muito obrigada, professor, pelas dicas, obrigada a todos os ouvintes. Para os alunos do Saraiva Aprova existe um conteúdo exclusivo sobre esse tema na plataforma. Até a próxima pessoal.

Marcelo Hugo: Grande abraço, bons estudos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *