Como se preparar para fazer um simulado da OAB?

simulado para oab

O exame da Ordem é uma das provas mais importantes da trajetória de um advogado. E para ser aprovado, o bacharel em Direito deve se preparar desde os primeiros períodos da faculdade. Uma das formas de estudar para a prova é por meio da resolução de simulados.

Quer saber como fazer um simulado da OAB e garantir a sua aprovação no exame? Leia este post até o fim e confira!

A importância de se fazer um simulado da OAB

Realizar um simulado da OAB é como ensaiar para uma grande apresentação. Você vai resolver questões como se estivesse realmente fazendo a prova, no mesmo prazo e nas mesmas condições.

Assim, poderá conhecer o estilo das questões que geralmente são cobradas, treinar o tempo necessário para responder cada uma delas e saber quais as perguntas que você deverá se dedicar mais para resolver.

Além disso, durante o simulado, você será capaz de prever alguns imprevistos que poderiam ocorrer na hora do exame.

A fome e a sede, por exemplo, são fatores que costumam interferir no raciocínio dos candidatos. Dessa forma, durante a resolução do simulado, você pode descobrir qual a quantidade de lanche e água que você deve levar no dia da prova, por exemplo.

No caso da segunda etapa, o manuseio do Vade Mecum e as marcações autorizadas são pontos importantes a serem verificados antes da prova.

Com o simulado, você poderá desenvolver seu próprio método de consulta e terá a oportunidade de avaliar se o que foi marcado vai contribuir, de fato, para a resolução das questões.

Considerando a importância de se fazer um simulado da prova da OAB, listamos e explicamos abaixo o que você deve fazer antes e durante a simulação. Confira!

Principais técnicas para se preparar

1. Reserve um espaço

Durante a prova da OAB, você resolverá a prova em uma sala fechada. Dito isso, se você fizer o simulado próximo a outras pessoas ou em uma sala cheia de gente, por exemplo, não conseguirá prever como será o dia da prova.

Pensando nisso, é ideal que você separe um espaço na sua casa ou em uma biblioteca para fazer o simulado.

2. Isole-se

Na hora do exame da Ordem, você não poderá ter nenhum tipo de comunicação com os demais candidatos. Por esse motivo, o isolamento durante os simulados é essencial.

Nesse sentido, além de reservar um espaço para resolver a prova, você deverá desligar o celular e ficar o mais longe possível de distrações.

Isolado, você conseguirá se concentrar muito mais na prova, e o resultado também será mais fiel à realidade!

3. Marque o tempo da prova

O exame da Ordem tem um prazo determinado para sua realização: 5 horas. Portanto, ao fazer o simulado, é indispensável que você marque o tempo previsto no edital.

Ao fazer isso, você terá a chance de avaliar se está realmente preparado para resolver todas as questões e preencher a folha de respostas nesse período de tempo. Assim, você poderá ajustar seus métodos de resolução e gerenciar melhor seu tempo — se preciso!

4. Fique atento ao material permitido

Diferentemente da segunda etapa da prova da OAB, na primeira não é permitida a consulta ao Vade Mecum. Então, nada de levar o livro para resolver as questões da prova objetiva!

No entanto, o candidato deve levar caneta de tinta azul ou preta, para preencher a folha de respostas.

Fique atento também para o material que você está autorizado a levar para a segunda fase. O Vade Mecum escolhido não pode ser comentado, anotado ou comparado.

Jurisprudências, anotações pessoais, xerox de material, impressos da internet, informativos de Tribunais, doutrina e dicionários também estão proibidos.

No simulado, tenha em mente todos os materiais que poderão — ou não — ser levados para evitar surpresas na hora da prova.

5. Prepare o seu Vade Mecum

Se você quiser fazer um simulado da segunda fase do exame da Ordem, é imprescindível preparar o seu Vade Mecum.

A utilização de canetas coloridas, clipes, grifos, post-its, separadores, entre outros marcadores, é autorizada pelo edital. O candidato está autorizado, ainda, a fazer remissão a artigos ou a leis no texto do livro.

Por essa razão, não deixe de fazer marcações e remissões no seu livro, de forma que o ajude a responder às questões.

Depois de resolver o simulado com o Vade Mecum marcado, você poderá avaliar se as marcações realmente fizeram a diferença no resultado e até mesmo alterar suas estratégias antes do exame.

6. Mantenha um lanche por perto

Conforme mencionamos acima, a fome e a sede são grandes complicadores do exame da Ordem. Por isso, é indicado que os candidatos levem consigo um lanche e uma garrafa de água.

Para que o seu simulado da OAB fique ainda mais fiel à realidade, mantenha o lanche e a água por perto ao resolver as questões.

Assim, você saberá o que e quando comer, bem como controlar a quantidade de água ingerida.

Como analisar a nota no simulado

A primeira vantagem de resolver um simulado da OAB é testar os seus conhecimentos. A partir do resultado, você poderá avaliar quais são as áreas que precisam ser mais estudadas antes da prova.

O resultado revelará, ainda, se você está preparado para responder todas as questões no prazo previsto no edital. Logo, terá a oportunidade de trabalhar melhor a agilidade do seu pensamento e equilibrar o tempo para refletir a respeito de cada pergunta.

Além disso, ao simular a resolução da prova, você terá a capacidade de criar o seu próprio método para responder às questões.

Alguns candidatos, por exemplo, acreditam que alcançam um melhor resultado se resolverem primeiramente as questões das matérias com as quais têm mais facilidade ou conhecimento.

Há outras pessoas, no entanto, que preferem se dedicar às áreas que têm mais dificuldade, porque sabem que precisarão de mais tempo para pensar a respeito delas.

Desse modo, é importante que você saiba o que melhor se adapta ao seu estilo. Resolva mais de um simulado e utilize, em cada um deles, vários métodos. A prática lhe dará mais segurança para escolher a sua própria estratégia de resposta.

E, no caso da segunda etapa, o simulado também é indispensável. Como essa fase é dissertativa e conta com a elaboração de uma peça processual, o bacharel deve estar preparado para escrever muito!

Com a tecnologia atual, a maioria dos estudantes faz anotações em notebooks e perdeu o costume de escrever em cadernos. Por isso, é preciso treinar essa habilidade para não perder muito tempo durante a prova.

Por fim, a resolução de simulados contribui também para a preparação emocional do candidato. Muitas vezes, as pessoas têm conhecimento e estudaram muito as matérias da prova, mas não conseguem ser aprovadas.

Isso acontece porque o nervosismo e a ansiedade podem abalar a sua capacidade de raciocínio. Portanto, com o treino e a simulação, você se sentirá cada vez mais seguro dos seus conhecimentos e fará uma prova muito melhor.

Resolver exercícios e simulados é um ótimo método para avaliar os seus conhecimentos e treinar para o dia da prova!

Agora que você já sabe a importância de se fazer um simulado da OAB e como fazê-lo, é hora de colocar em prática tudo o que você aprendeu neste post! Faça o simulado gratuito da Saraiva Aprova e se prepare para a 1ª fase do exame da Ordem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *