Como montar um plano de carreira para advogados?

capa-como-montar-um-plano-de-carreira

O Direito é, provavelmente, um dos cursos que mais abre portas para o futuro. São diversos os caminhos que podem ser trilhados pelos profissionais da área jurídica. É daí que surge a importância de elaborar um plano de carreira para advogados desde cedo.

Esse planejamento funciona como um direcionador para sua ascensão profissional. É por meio dele que você estabelece metas e objetivos para o futuro, visando alcançar um cargo determinado, realização e satisfação financeira.

Como a área jurídica é muito ampla, é preciso compreender, antes de mais nada, quais são os caminhos que podem ser seguidos pelo advogado no futuro. Continue a leitura deste post para aprender a montar um bom plano de carreira e como colocá-lo em prática!

Foque na OAB em primeiro lugar

Não há nenhuma novidade em dizer que o plano de carreira deve começar a ser montado desde a faculdade. É ideal que estudante de Direito comece a se organizar com antecedência, pensando o que ele espera do futuro. Não é interessante deixar para decidir qual vai ser o caminho a ser trilhado apenas depois da formatura.

Pensando nisso, a aprovação na OAB deve ser a primeira meta estipulada por qualquer pessoa que cursa Direito. Ainda que você planeje seguir a área pública, é importante garantir a aprovação nesse exame, afinal, os principais concursos da área exigem um tempo específico de prática jurídica como advogado.

O primeiro passo para iniciar a ascensão na carreira jurídica é conseguir a carteira OAB. Portanto, tenha esse objetivo em mente e não deixe para estudar apenas na última hora.

Conheça as possibilidades do mundo jurídico

Ainda que você não tenha certeza de qual carreira deseja seguir, é obrigatório que saiba, ao menos, quais são as possibilidades.

A carreira principal da área jurídica é a própria advocacia. Muitas pessoas sonham em trabalhar em grandes firmas e, um dia, se tornarem sócias. Outras já pensam em montar seu próprio escritório e crescer com o tempo. Há ainda aqueles que não desejam atuar como advogados propriamente falando, mas sim como consultores.

Entre os estudantes de Direito, muitos também pensam em fazer concursos públicos. Existe uma infinidade de cargos em órgãos e instituições públicas dedicados somente ao profissional jurídico. Pesquise, ao longo do curso, qual deles mais se encaixa ao seu perfil e já comece a se preparar desde cedo.

Para mencionar alguns exemplos das carreiras públicas mais escolhidas, você pode estudar para ser juiz, promotor ou defensor público. Nos dois primeiros cargos, a Constituição Federal exige que o candidato tenha experiência mínima de 3 anos de atividade jurídica. Já no caso da defensoria pública, apesar de essa exigência não estar expressa na Constituição, os últimos concursos também a cobraram. Por isso, garantir a carteira da OAB é essencial.

É possível, ainda, seguir a área acadêmica, focando na pesquisa jurídica e filosófica. Enfim, são diversas as opções oferecidas pela formação em Direito. Seja qual for sua ambição, seu sucesso depende apenas de você. Com planejamento e disciplina é possível chegar a qualquer lugar.

Descubra seus gostos e habilidades

Ao montar um plano de carreira para advogados, é preciso determinar qual caminho você deseja trilhar. Algumas pessoas já têm essa noção desde cedo. Outras, porém, se sentem perdidas diante de tantas possibilidades. Por isso, é importante ter noção dos seus gostos e habilidades, sabendo em qual carreira eles podem ser melhor aproveitados.

Durante o curso de Direito, você provavelmente sentiu atração a uma determinada área. Normalmente, as matérias favoritas de cada estudante são aquelas nas quais eles possuem mais facilidade e prazer em estudar. Fique atento a esses gostos, pois provavelmente serão eles que vão determinar a área jurídica que mais se encaixa ao seu perfil.

O estágio também é essencial para descobrir suas aptidões. Até mesmo porque, esse é o verdadeiro início da carreira de um advogado. Nossa formação profissional começa justamente no estágio. Aproveite esse momento para obter experiência e aprender como funcionam as diferentes áreas jurídicas.

A não ser que você tenha certeza do que deseja para o futuro, não se limite a um único estágio durante o curso. Experimente diferentes áreas, tanto a pública quanto a privada. Pode ser que você descubra que gosta mais de trabalhar em um escritório do que no Ministério Público, por exemplo. Assim, vai ser muito mais fácil descobrir qual carreira é a ideal para você.

Não pare de estudar

O aprimoramento profissional é essencial não apenas para ter uma carreira de sucesso mas também para se manter motivado a alcançá-la. Não adianta nada almejar ser sócio de um grande escritório se você não investir em si mesmo.

Um bom advogado está constantemente fazendo cursos, especialização, pós-graduação e participando de palestras e seminários. Os estudos não se resumem apenas ao período da faculdade. Se você deseja crescer, não pode se esquecer de colocar o aprimoramento profissional em seu plano de carreira.

Em qualquer profissão, esse aprimoramento é importante. Mas, no Direito, essa importância se multiplica, pois essa é uma área em constante mudança. A cada dia, novas leis são promulgadas e antigas são revogadas. Um advogado que não acompanha e não se adapta a essas mudanças não vai ser valorizado.

Outro ponto importante a ser trabalhado em seu plano de carreira é o networking. O contato social, desde a faculdade até o cargo de sócio, é importantíssimo para ser reconhecido no mundo jurídico e, principalmente, conseguir clientes.

Ressalta-se, aqui, mais uma vez, a importância da participação em congressos e seminários, nos quais é possível conhecer muitos profissionais renomados e advogados de sucesso.

Tenha paciência

Ninguém cresce na carreira do dia para noite. Perceba que os profissionais de maior sucesso estão sempre numa faixa etária entre 50 e 60 anos. A ascensão profissional exige um progresso natural que, muitas vezes, é lento.

Por mais que você se esforce, é necessário prever um prazo realista para alcançar grandes cargos, salários e realizações no futuro. O plano de carreira para advogados deve ser condizente com a curva de aprendizado que existe em todas as profissões.

A carreira de um advogado é composta por ciclos que variam entre 10 e 20 anos, tempo necessário para ganhar maturidade e experiência suficientes para ascender profissionalmente e ocupar novos cargos. Ao montar seus planos, não se esqueça de levar em conta esses ciclos.

Se você for apressado demais, existem grandes chances de acabar “tropeçando” no meio do caminho e, consequentemente, acabará frustrado por não conseguir cumprir seus planos. É claro que você deve estipular metas e objetivos para o crescimento profissional, mas não tenha pressa. Com paciência e perseverança, o sucesso estará garantido.

Elaborar um plano de carreira para advogados é de extrema importância para quem deseja alcançar uma vida confortável no futuro, com bons salários e um cargo de sucesso. Lembre-se, porém, de que nada na vida é alcançado sem esforço. É preciso tempo e disciplina para ser bem-sucedido.

Agora que você já conhece essas dicas, aproveite e compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais para ajudá-los a também planejar o futuro profissional!

Avatar

Autor: Lucas Fernandes

1 comentário em “Como montar um plano de carreira para advogados?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *