A prova da OAB é difícil? Aprenda a se preparar melhor!

A prova da OAB é difícil? Aprenda a se preparar melhor!

Muitos candidatos do Exame da Ordem se fazem a pergunta: a prova da OAB é difícil? A resposta não poderia deixar de ser outra: com certeza, é bem difícil. Isso, no entanto, não quer dizer que seja impossível, para o candidato bem preparado e ponderado.

Primeiramente, é preciso considerar que a prova da OAB tem caráter eliminatório, não classificatório. Ou seja, basta alcançar a nota de corte para ser aprovado, não havendo um número limitado de vagas.

Por ter o caráter eliminatório, a única competição que o candidato tem é consigo mesmo. Para conseguir se superar e alcançar a sonhada aprovação, é preciso dedicação, disciplina e esforço.

Para facilitar um pouco, separamos algumas dicas práticas para que você aprenda como se preparar melhor para a prova da OAB. Confira!

Leia o edital

Para se preparar para o Exame da Ordem, a primeira providência é ler atentamente o edital. Ele contém todas as informações necessárias para se orientar sobre os procedimentos burocráticos e sobre o conteúdo das provas.

Ou seja, é no edital que estão definidos: o período e valor de inscrição, data das provas, matérias a serem cobradas, regras para a realização do exame, documentos exigidos etc.

Uma boa preparação para a prova da OAB também exige conhecimento do edital.

Planeje seus estudos

Munido das informações constantes no edital, é imprescindível planejar os estudos. Para tanto, considere quanto tempo há até a data da prova, a extensão do conteúdo a ser estudado e quantas horas por dia pode dispor para estudar.

Existem diversos métodos de estudo que podem ser utilizados para conseguir cumprir a carga de matéria. Cabe escolher aquele que mais tem relação com as próprias capacidades e limitações, a fim de otimizar o aprendizado.

Lembre-se de investir mais tempo nas suas principais dificuldades, sem se esquecer de repassar o conteúdo com o qual tem mais familiaridade.

Faça um curso preparatório

Com as provas cada vez mais exigentes, é importante procurar um curso preparatório que ofereça qualidade e comodidade.

Um curso preparatório pode auxiliar na sistematização dos estudos, ajudar a ter foco nos assuntos com maior probabilidade de cair na prova da OAB, facilitar a adequação a uma rotina de aprendizado e munir com melhores ferramentas para a realização do Exame da Ordem.

Além dessas vantagens, fazer um curso preparatório traz também para você o sentimento de segurança de que estudou e fez todo o possível para garantir a sua melhor performance na prova.

Domine as principais temáticas

O conteúdo da primeira fase da OAB é muito extenso, visto que caem praticamente todas as disciplinas vistas durante a graduação. Por sua vez, o conteúdo da segunda fase é mais aprofundado, por se tratar de uma prova prático-profissional, em que será cobrada uma só área jurídica escolhida pelo candidato.

Assim sendo, é impossível as provas cobrirem todo o conteúdo existente. Há algumas temáticas mais recorrentes que outras, além de assuntos de discussões e debates jurídicos atuais que podem ser selecionados pelos examinadores.

Para se preparar melhor para a prova da OAB, deve-se dominar as principais temáticas cobradas nos exames.

Se seguiu a dica anterior, essa é uma dica fácil, pois os cursos preparatórios já focam no ensino desses assuntos.

Aprenda a controlar o nervosismo

O maior inimigo que um candidato pode ter na prova da OAB é ele mesmo. Muitos, mesmo com todo o preparo em termos de estudos, resumos, revisões e aulas, acabam não obtendo a aprovação imediata por questões emocionais. Ou seja, por não conseguirem controlar o próprio nervosismo ou ansiedade.

Para não cair nessa armadilha, tenha calma e paciência consigo mesmo. Cada pessoa tem seu tempo de aprendizado e desenvolvimento de suas capacidades.

Existem dicas práticas do que pode ser feito para lidar com o nervosismo: exercícios físicos, pausas para descanso, meditação, alimentação saudável e boa convivência social são algumas delas.

Procure encontrar o que funciona para si mesmo, para poder manter a calma antes, durante e também depois da realização do Exame da Ordem.

Resolva provas antigas

Há alguns anos, a prova da OAB é elaborada e aplicada pela FGV. Essas provas, embora apresentem níveis variados de dificuldade, seguem um padrão de conteúdo.

Um dos melhores exercícios para a sua preparação é resolver provas antigas aplicadas pela banca examinadora atual. Isso propicia uma revisão de conteúdo, maior familiaridade com a prova em si e aumenta a confiança à medida que percebe-se o avanço.

Resolver provas antigas não se limita apenas às provas objetivas da primeira fase, mas também utilizar as questões discursivas e peças da prova prático-profissional.

Elabore peças processuais

Para passar na segunda fase e conquistar a sonhada carteira de advogado da OAB, é essencial conseguir elaborar uma peça processual razoável. Não há outra forma de fazer isso senão por treino.

Existem muitas provas antigas e simulados de peças para elaboração. O ideal é elaborar ao menos três peças por dia entre a primeira e a segunda fase, mas nem sempre isso é possível.

Veja as peças que mais são solicitadas nos exames da especialidade escolhida e comece por elas. Faça o esforço de elaborar ao menos uma por dia e treine o máximo possível.

Crie estratégias para o dia da prova

O dia da prova é um dia de tensão. Relaxar é quase impossível, mesmo para as pessoas mais tranquilas. Entretanto, ainda assim é necessário pensar em estratégias para melhorar o desempenho.

Essas estratégias vão desde ir ao banheiro ou beber água nos momentos mais tensos para acalmar a mente até a escolha da forma como resolverá a prova. Muitos começam por matérias específicas, outros procuram começar pelo mais fácil. Ainda há aqueles que preferem iniciar pelo que mais tem dificuldade.

A decisão sobre qual estratégia aplicar é pessoal, por isso, escolha aquela que pode alavancar seu desempenho. Se tiver dúvidas, testá-las em simulados pode ser uma ótima ideia para descobrir qual é a melhor para você.

Os exames da OAB não são provas fáceis. Em uma prova considerada menos difícil, o índice de aprovação raramente ultrapassa 25%. Logo, preparar-se é uma palavra de ordem!

Conclusão: a prova da OAB é difícil. Quer saber se está preparado para ela? Então faça nosso simulado e veja como está seu desempenho!

Avatar

Autor:

1 comentário em “A prova da OAB é difícil? Aprenda a se preparar melhor!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *